Blog Lekan

Na hora de decidir os detalhes para o casamento, muitos casais já pensam na lista de presentes, enquanto outros deixam para pensar nisso nos últimos momentos. Mas esse é um item importante, sim! Afinal, os convidados vão querer presentear os noivos, e é preciso organizar uma lista para orientá-los.

Ah, mas vocês já têm uma casa montada e preferem pedir dinheiro? Da mesma forma, a lista é importante também nesse caso. Quer saber então como elaborar a sua? Preparamos dicas especiais para você!

Na época de nossos pais, quase não havia listas de casamento: os noivos deixavam o endereço no convite, e os convidados simplesmente enviavam o presente. Não havia, então, a possibilidade de escolha. Hoje em dia, as regras são outras, e a lista de presentes se faz necessária até mesmo para evitar presentes repetidos.

Além de ser um detalhe importante para os noivos (que podem pedir exatamente aquilo que precisam), a lista facilita a vida dos convidados, que saberão exatamente o que os noivos querem.

Lista de presentes online

A lista de presentes online tem uma grande vantagem em relação à lista física: a praticidade. Principalmente para os convidados, que não precisarão se deslocar até uma loja física para escolher o presente.

Numa era em que o tempo é precioso, esse tipo de lista cumpre bem a função de poupá-lo. É bom para os noivos – que podem receber o presente físico ou o valor em dinheiro, e é bom para os convidados, que comprarão o presente de forma mais rápida e cômoda, otimizando o tempo.

Existem vários sites de casamento específicos, onde você escolhe os itens para compor a lista. À medida que os convidados vão comprando os presentes, o produto sai automaticamente do site, evitando presentes repetidos.

Na hora de montar a lista, uma dica: cuide para variar os valores dos produtos. Escolha itens caros e outros mais baratos, para que os convidados tenham opção.

A lista de presentes online também é uma ótima solução se você tem muitos convidados de outras cidades, ou até mesmo de outros países. Só não esqueça de montar a lista com pelo menos 3 meses de antecedência! Quando os convites forem entregues, a lista deve estar pronta – e você já pode divulgar o link.

Lista de presentes física

A lista de presentes física nada mais é do que o modelo tradicional, onde você elege uma loja e cria uma lista. Os convidados, então, devem se deslocar até a loja escolhida e pedir para os vendedores pela sua lista – para enfim escolher o presente.

A opção da lista física é segura, principalmente para aqueles convidados que não tem intimidade com a internet – pense nos seus avós! Além do mais, na loja física você não só visualiza o produto como pode tocá-lo, constatando a qualidade com seus próprios olhos.

Outra vantagem da lista de presentes em lojas é a facilidade para troca de produtos.

Dá para ter as duas?

Sim, você pode investir nas duas possibilidades de lista! Dessa forma, o próprio convidado é quem decide como comprará o presente.

E se você não quiser nenhuma das opções, pois já tem a casa montada e deseja receber o valor do presente em dinheiro, há um jeitinho interessante: em alguns sites, dá para montar a lista de casamento onde os convidados compram os presentes, mas todo o valor é convertido em dinheiro e depositado na conta do casal.

E, por último, há a opção de cotas para a lua de mel: você faz sua lista em uma agência de turismo, os convidados podem entrar no site e comprar o número de cotas que quiserem presentear.

Ainda tem dúvidas sobre lista de presentes? Não esqueça, a Lekan Eventos pode auxiliar você em todas as etapas do planejamento de seu casamento! Entre em contato pelo e-mail: contato@lekaneventos.com.br. Até a próxima!

Comentar

Antes de qualquer festa de casamento… vem o convite! É ele quem vai anunciar o grande dia, é o abre-alas do seu casamento. Há quem diga que a primeira impressão é a que fica – por isso não deixe de planejar com carinho o convite que será entregue a cada uma das pessoas que você ama. Hoje vamos dar todas as dicas para o seu convite de casamento ser perfeito!

  1. Devo economizar no convite de casamento? Podemos dizer que o convite é o primeiro elemento a gerar expectativa nos convidados. Ele é algo passageiro – assim que o casamento acontecer, é possível que as pessoas até joguem no lixo – mas não deve causar má impressão. Portanto, capriche no conteúdo e no design, sem necessariamente fazer um grande investimento. Tudo vai depender de seu bom senso.
  2. O que não pode faltar no convite? As principais informações, como nome dos noivos, data, horário, endereço do local e site de casamento não devem faltar nunca! Mas é opcional colocar o nome dos pais dos noivos, frases adicionais, monograma do casamento e lista de presentes, por exemplo.
  3. Como devo escrever o nome dos convidados? Você pode ser mais formal e clássico, colocando “senhor” e “senhora” ou “senhorita” à frente da cada nome, ou menos sério, colocando “Aos queridos amigos”, “aos meus avós”, personalizando cada título. Depende muito do estilo de cada casal, e aqui também não há uma regra definida.
  4. Devo contratar um calígrafo? Se o seu convite for clássico, a subscrição de um calígrafo harmoniza melhor. Mas se a sua festa é mais descontraída, com uma pegada vintage ou rústica, você pode optar pelas tags – que geralmente são produzidas na própria gráfica onde será impresso o convite.
  5. Como calcular a quantidade de convites? Uma dica importante: o cálculo é feito em cima de 60% do número de convidados. Se a festa tem 100 convidados, imprime-se 60 convites, pois um mesmo convite pode ser entregue a mais de um convidado. Cuide para que não faltem convites – procure mandar imprimir de 10 a 15% a mais, para ter uma margem segura.
  6. Devo incluir o site de casamento no convite? É no site de casamento que consta a lista de presentes e todas as informações úteis para o dia da festa, além da confirmação de presença.
  7. Devo incluir a lista de presentes no convite? Aqui no Rio Grande do Sul ainda é comum este costume, mas em algumas regiões do Brasil, os convidados podem considerar deselegante. Use o bom senso: se o site de casamento já contém a lista de presentes, então não seria melhor incluir apenas o site?
  8. O que significa RSVP? É o serviço de confirmação de presença, cuja sigla significa Répondez S’il Vous Plait, que em português quer dizer: Responda Por Favor. O convidado deve confirmar presença, porque é o número de pessoas que orienta o cerimonial a planejar adequadamente o buffet, o número de mesas, as bebidas e todos os elementos da festa de casamento. O ideal é que se estabeleça um prazo para a confirmação de presença, sendo finalizado até 15 dias antes da data do evento.

Gostou das nossas dicas? Ficou ainda com dúvidas? Envie um e-mail para: contato@lekaneventos.com.br. Teremos o maior prazer em ajudar você! Até a próxima!

Comentar

Como já falamos aqui no blog, os eventos corporativos são excelentes maneiras de atrair o público e gerar reconhecimento de marca, para as empresas. Essa estratégia é utilizada por todas as grandes corporações do mundo, e cada vez mais as pequenas e médias empresas apostam nesta ferramenta versátil para fidelizar clientes. Para promover o nome da empresa de forma positiva, um evento corporativo deve ser bem organizado – e por isso a etapa mais importante é o planejamento. Nada deve faltar no grande dia: tudo deve estar perfeito! E esta é a principal razão para ter ao seu lado uma empresa de assessoria para eventos! É mais seguro contar com a experiência de quem entende do assunto, não é mesmo?

Além disso, nem todas as empresas de pequeno ou médio porte possuem em seu quadro de funcionários alguém que seja expert em realizar eventos – tornando a organização de um evento corporativo uma tarefa bem complicada. Outra vantagem de contratar uma assessoria para o seu evento é a negociação com os fornecedores, podendo inclusive barganhar valores mais acessíveis para os serviços. A proximidade dos fornecedores com a empresa organizadora de eventos também favorece o orçamento porque há um volume maior de pedidos.

Uma assessoria especialista na organização de eventos também domina a arte de contornar problemas: os velhos conhecidos contratempos. Não há como evitá-los, mas há formas profissionais de corrigir erros e solucionar problemas de última hora. O importante é que eventuais ocorrências inesperadas nem cheguem aos ouvidos do público – e isso o organizador de eventos sabe como fazer!

Outro benefício para quem contrata uma assessoria para eventos: oferecer a melhor experiência ao público. Sim, uma assessoria está sempre ligada nas últimas tendências e novidades, e tem know-how para fazer do seu evento algo que ficará na memória de clientes e futuros clientes. Você terá certeza de que o que há de mais inovador e dinâmico estará presente no evento – e a experiência já começa antes mesmo da data. Através do convite, o público já cria expectativa para o acontecimento.

A escolha do tipo de evento deve sempre levar em conta o objetivo da empresa, pois cada tipo de evento tem suas peculiaridades. Mas todos os segmentos são unânimes em afirmar que fazer eventos é uma estratégia válida para o público-alvo (clientes) e também para o público interno (colaboradores).

Viu só como é importante ter uma assessoria? Conte sempre com a Lekan para organizar o seu evento corporativo: temos 25 anos de experiência no mercado! Envie um e-mail para: contato@lekaneventos.com.br

 

Comentar

Você já imaginou realizar o seu casamento fora da cidade? Ou ainda fora do país? Muitas vezes, com o mesmo orçamento de uma festa tradicional, é possível realizar uma cerimônia em outros lugares do Brasil e do mundo! Trata-se de um Destination Wedding, como já mostramos aqui. A cerimônia pode ser na praia, na serra, no campo, em vinícolas ou fora do país.

Mas a organização de um Destination Wedding não é tarefa fácil. Tentar planejar tudo sem ajuda profissional é praticamente impossível! Com a contratação de um organizador de eventos, você não precisará fazer nada sozinho. Afinal, além de ser um Destination Wedding, é também um casamento convencional, com todas as etapas de planejamento e burocracias usuais.

É o organizador também que fica responsável por buscar a autorização com a prefeitura do local para a realização da cerimônia. Portanto, o profissional que cuidará da organização deve ser alguém experiente para fazer deste grande dia uma festa inesquecível.

E como escolher o destino? Essa questão faz os noivos perderem o sono, pois o local escolhido deve ter algo a ver com a história do casal, ou com o gosto pessoal deles.

A Itália, por exemplo, é um dos destinos mais procurados pelos casais que querem celebrar o casamento! Além de toda a beleza bucólica e tradicional das paisagens italianas, há incríveis facilidades para quem deseja celebrar um casamento por lá. Outro país que encanta os noivos é a Inglaterra, com toda a atmosfera dos castelos, e a beleza de uma das regiões mais bonitas do mundo.

Mas o Destination Wedding não precisa ser realizado somente fora do Brasil. Por aqui, há lugares incríveis que não deixam nada a desejar aos destinos estrangeiros. Um dos cenários mais deslumbrantes de nossa terrinha fica a apenas 130 quilômetros de Porto Alegre, e oferece paisagens lindas, principalmente se os noivos adoram vinho e temperaturas mais amenas. Os vales, as montanhas e os imensos parreirais conferem um charme impressionante ao Vale dos Vinhedos, localizado no coração da Serra Gaúcha.

Ainda na serra, temos Gramado, um dos destinos turísticos mais desejados do Brasil. Os detalhes da arquitetura e a hospitalidade fazem parecer um cantinho da Europa. A cidade conta com toda a infraestrutura turística para você levar seus convidados, além de uma ampla rede hoteleira que garante acomodação para todos os estilos de bolso.

Já se você prefere realizar a cerimônia na praia, sugerimos dois destinos do litoral catarinense: Florianópolis e Balneário Camboriú. A ilha de Floripa encanta pela natureza exuberante, pela variedade de praias e por comportar vários estilos: desde os mini-weddings mais rústicos até os casamentões na beira da praia.

Balneário Camboriú é cercada pela natureza sem deixar de lado as facilidades urbanas. Por isso, a região é um dos locais mais frequentados do litoral catarinense no verão, e serve de cenário para os mais incríveis beach weddings. Balneário Camboriú também tem muitos locais requintados e de bom gosto para realização de cerimônias.

A escolha da data do casamento

Como já dissemos, a escolha do local é muito pessoal – na maioria das vezes o casal escolhe o destino por afinidade, por ter a ver com a história do relacionamento. Mas antes de decidir o destino, certifique-se de que a maior parte dos seus convidados poderá ir! A escolha da data é muito importante! Pense nisso com, no mínimo, um ano de antecedência.

Preste atenção à estação do ano. Alguns meses são chuvosos e podem estragar seus planos caso queira casar ao ar livre, por exemplo. Por outro lado, dias muito quentes também podem ser uma tortura para os convidados ficarem ao sol.

No Vale dos Vinhedos e em Gramado, a melhor época para casar seguramente não é no inverno. O clima desconfortável nos meses de junho, julho e agosto podem tornar a experiência dos noivos e dos convidados desgastante. Por isso, pense bem na data e avalie se a estação ou época do ano é adequada para seu estilo de festa.

Fique atento também para o horário da festa: uma celebração no verão não poderá ser em um momento de muito sol, pois atrapalha a visão dos convidados. O final da tarde é o mais indicado, com a magnífica apresentação do pôr do sol ajudando a compor o cenário.

Certifique-se de que seus convidados que moram longe poderão comparecer na data escolhida. Principalmente se a celebração for marcada para uma sexta-feira. Atenção também para feriados prolongados – são épocas em que muitos convidados não estarão disponíveis.

A hospedagem dos convidados

Uma vez que você estabeleceu a data, localize hotéis que oferecem tarifas de grupo. Muitas companhias aéreas também anunciam descontos de viagens de eventos para grupos. Inclua opções de hospedagem no pacote de convite, juntamente com uma lista de empresas de aluguel de carros (se um carro for necessário) e horários de transporte público, ou publique as informações em seu site. Pense em alugar uma casa grande na área para sua família, para ajudar a reduzir os custos e facilitar a vida no dia do evento.

Orçamento

A questão do orçamento também varia. Dependendo do lugar escolhido pelo casal, a festa de casamento pode sair muito mais barata ou muito mais cara do que uma celebração tradicional. Isso depende bastante do número de convidados, das despesas com hospedagem (você pagará hotel para todos ou cada um arca com seus próprios custos?), e também do estilo da festa. Decida quanto quer gastar e planeje sua festa de acordo com a planilha de orçamento.

Tipo de comemoração

O Destination Wedding pode ser celebrado em vários dias, para que os convidados tenham diferentes experiências durante a viagem. Muitos casais optam por três dias de comemoração, começando com um jantar de boas-vindas no primeiro dia, depois com a recepção na festa principal, e por fim um almoço de despedida no dia seguinte. Mas é claro que o casamento também pode ser celebrado em um só dia – como já dissemos, a escolha é bem pessoal.

Lembre-se: a empresa organizadora de eventos oferecerá diversas opções de fornecedores com o melhor custo benefício para sua festa. O suporte constante até o dia do evento é um diferencial que não deve ser ignorado. Afinal, a opção por um Destination Wedding exige uma outra forma de organização dos detalhes!

Quer organizar um Destino de Casamento? Agende conosco: contato@lekaneventos.com.br

Até a próxima!

Comentar

Um dos momentos mais queridos de um casamento é a entrada de daminhas e pajens, antecipando a chegada da noiva. É uma fofura, né? Se você não abre mão de crianças abrindo caminho para sua entrada na cerimônia, preste atenção em nossas dicas de hoje. Elas serão úteis para sua escolha!

  1. Existe uma idade ideal para daminhas e pajens? Na verdade, não há nenhuma regra, mas há algumas restrições em relação às crianças muito novas. Por serem pequenas, elas podem não querer entrar no casamento, chorar ou ir para o lado oposto. Ou seja, em se tratando de crianças muito novas, tudo pode acontecer! Portanto, o ideal mesmo é que elas tenham mais de 5 anos. Ainda assim, é preciso muita conversa e ensaio – afinal, as crianças poderão se assustar com tanta gente olhando para elas durante a entrada na cerimônia.
  2. Preciso escolher crianças da família? Muitas vezes a escolha de algumas crianças e não de outras pode deixar pais chateados. Mas o fato é que você deve escolher daminhas e pajens de acordo com seu grau de intimidade com a família das crianças. Considere isso na hora de convidá-los.
  3. Qual o número ideal de daminhas e pajens? Aqui também não há uma regra definida, mas leve sempre em consideração o tamanho da igreja ou do local da cerimônia. Se você quiser ter mais de um par de daminhas e pajens, estabeleça funções para cada um deles. Você pode optar só por pajens ou só por daminhas, ou ainda ter mais de uma daminha para cada pajem… ou seja, tudo fica a seu critério. Apenas tente escolher crianças da mesma idade ou tamanho quando formar pares, assim não fica desproporcional.
  4. Qual a roupa ideal para as crianças? O conforto é até mais importante do que a beleza, pois as daminhas e os pajens vão brincar durante o evento. O ideal é que as roupas combinem com os trajes dos noivos e com a decoração da festa, e estejam adequadas ao estilo da cerimônia. Para um casamento na praia, por exemplo, o vestido das daminhas deve ser leve e não muito longo. Os pajens podem se vestir no mesmo estilo do noivo, e para as celebrações mais descontraídas, vale a criatividade: invista em acessórios charmosos como tênis, calças com suspensórios e gravata borboleta.
  5. Quem deve pagar pelas roupas dos pajens e damas?Na maior parte das vezes, os noivos se oferecem para pagar pela roupa das crianças, mas é possível também fazer a divisão dos custos ou deixar que os pais de cada criança paguem pelo traje.
  6. Em que momento as crianças entram na cerimônia? As daminhas e pajens podem vir antes da entrada da noiva, trazendo plaquinhas e alianças, ou junto com a noiva, alguns passos à frente. Esta última opção pode não ser muito válida porque, na hora das fotos, o vestido da noiva não aparece totalmente.
  7. O que as crianças podem levar, além das alianças? Hoje em dia, é muito comum e charmoso as daminhas e os pajens entrarem na cerimônia carregando plaquinhas com frases criativas como “Lá vem a noiva”. Mas há também outras ideias bacanas como: cestinha de pétalas de rosa, para serem jogadas no caminho antes da noiva entrar, mini buquês de flores ou doces para as daminhas, boneca ou ursinho de pelúcia, entre outros. Aqui a palavra de ordem é a criatividade!
  8. E se eu quiser adultos, e não crianças? Pode, sim! Esta tendência está chegando no Brasil, mas nos Estados Unidos e em países da Europa isto é muito comum: em vez de crianças, convide damas de honra adultas para sua cerimônia. As damas de honra podem entrar com as alianças, buquês ou pétalas de rosas, e devem entrar sozinhas. Muitas vezes, podem usar vestidos iguais ou da mesma cor. O ideal é convidar até 4 mulheres, e isso não exclui a participação das daminhas e pajens. Além de participarem da cerimônia, as damas podem ajudar os noivos com os preparativos do casamento!

E então, gostou das nossas dicas? A gente pode ajudar você em tudo que precisar para o seu casamento! Basta entrar em contato pelo e-mail: contato@lekaneventos.com.br

 

Comentar
1 2 3 4 5 6 7 11 12