Blog Lekan

Histórias de amor que iniciaram pela internet e tiveram um “final feliz” é comum de se ouvir, mas preparar o casamento à distância, não.

A ideia parece absurda para algumas pessoas. A verdade é que este é o meio mais fácil que alguns casais têm encontrado para os preparativos do enlace matrimonial. Até porque, com a intensa rotina de trabalho, sobra pouco tempo.

Essa também pode ser uma opção para os noivos que moram longe dos familiares ou distante um do outro. Por estes e outros motivos isso pode vir a ser uma tendência. No entanto, é preciso se atentar a uma série de cuidados.

Referências são importantes ao contratar a empresa

Ainda que os preparativos para o casamento sejam feitos à distância, os noivos precisam contratar uma empresa de eventos. É necessário dar preferência a uma local e conversar com quem já a contratou. Feito, exija toda documentação necessária e as licenças que esta empresa possui. É importante também pedir que os familiares que residem próximo a conheçam de perto.

Defina a data com antecedência para todos se programarem

O tempo de antecedência para organização do seu casamento, ainda que pareça muito, te dará a sensação que foi pouco quando estiver se preparando.

Por isso, tenha cuidado ao escolher a data e se atente à atecedência, pois pense também que imprevistos acontecem. Isso também ajudará a administra o deslocamento os convidados, inclusive, dos que virão de fora.

Por isso, tenha total cuidado ao querer organizar seu casamento com apenas um ano de antecedência…

Como escolher o local ao organizar o casamento à distância

O local do evento deve ser consentindo pelos noivos, levando em consideração onde mora a maior parte dos convidados, se sua ou do seu companheiro (a). Assim, vocês farão enconomia com boa parte dos custos.

Lembre-se: preferências com horários e locais requerem muitos cuidados e antecipação de locação ou agendamento.

Contrate um meio de transporte para quem for de fora

Quando for organizar o casamento à distância, não descarte um meio de transporte para deslocar os convidados no “grande dia”. Isso os deixará mais à vontade, evitando dores de cabeça e ligações diversas no momento em que você estiver se preparando.

NUNCA deixe nada para última hora

Mesmo que a organização do casamento seja à distância, saiba que o trabalho será o mesmo. É preciso ter paciência, atenção e sempre que puder conhecer todos os serviços prestados pela empresa.

Se a preferência for em se casar em outro estado ou país, mesmo que boa parte dos convidados morem distante, saiba que antes de tudo deve prevalecer a contratação de um bom cerimonial.

Feito, evite desgastes, deixando boa parte dos preparativos nas mãos de quem entende. Agora é o momento de curtir e aguardar o tão sonhado “grande dia”.

Conheça a Lekan Eventos e solicite um orçamento. Há mais de 20 anos no mercado, para nós é sempre um prazer proporcionar um FINAL FELIZ!

Comentar

Músicas para o casamento podem virar meme

Música em inglês, sem saber a tradução, pode fazer seu casamento virar meme na internet. Aceitar que um amigo faça uma homenagem no seu “grande dia”, sem saber cantar ou tocar um instrumento, também poderá te deixará em uma “saia justa”.

Como ninguém quer passar por este terror, é bom saber, a partir destes dois exemplos, que a escolha das músicas para o seu casamento pode impactar positiva ou negativamente no grande dia.

A verdade é que a seleção certa do repertório para o casamento não é tão difícil. A regra inicial para você escolher músicas que deixarão sua cerimônia memorável é muito simples. Quer saber qual? Te convido então a acompanhar este artigo.

Músicas da moda para o seu casamento?

Será que as músicas mais tocadas da atualidade combinam com seu gosto pessoal? Este é um erro comum cometido por muitos noivos. De nada adianta escolher um ritmo X, por estar na moda, quando na verdade você gosta do Y.

Para começar, é importante selecionar músicas para o seu casamento que tenham marcado o relacionamento de vocês. Assim, a emoção será espontânea!

No entanto, não descarte uma seleção mista para o momento do baile para levar todos os presentes à pista de dança.

O estilo do casamento também deve ser levado em conta

Embora o clássico não tenha sido deixado de lado, existem casais que têm optado por casamentos temáticos. Neste caso, vale escolher músicas que tenham a ver com a proposta.

Se os noivos amam automobilismo, vale pensar em uma trilha sonora que envolva rock ou pop rock. Assim também, a decoração deverá estar coerente à escolha do tema.

Para quem não quer fugir do clássico…

Casamento à moda antiga ainda é o preferido dos pombinhos. Para este tipo de enlace, os instrumentos clássicos podem ser uma opção, como violino, cellos e piano.

Só não se restrinja a escolher músicas clássicas para o casamento. É possível e comum acrescentar canções modernas com toque instrumental.

Step by step para escolher as músicas para o casamento

Não sabe por onde começar a montar o repertório do seu casamento? Aqui, motamos um passo a passo simples:

-Escolha profissionais de qualidade. Aqui vale a regra citada do amigo que não saber cantar ou tocar instrumento. Busque referências e vá conferir de perto como é o trabalho dos músicos indicados.

-Tenha cuidado com as regras dos locais. Muitas igrejas possuem restrições e é preciso saber o que pode ou o que não pode na música para o casamento.

-Escolha a música de acordo com os momentos da cerimônia. Isso, a Lekan Eventos pode te ajudar com uma consultoria grátis. Saiba mais clicando aqui.

-Reforçando, o gosto do casal não pode ser deixado de lado.

-Busque exemplos na internet. É possível ver vídeos, até mesmo de casamentos no exterior, para ter ideias.

-Quais serão os instrumentos? A pergunta já é bem clara e vai do gosto de cada um.

-Os músicos e o DJ precisam estar cientes do repertório. Com eles você também pode sanar dúvidas.

Gostinho de quero mais

Os convidados seguem o embalo dos noivos. “Por incrível que pareça, no psicológico dos convidados, se os noivos não estão na pista de dança é sinal de que a festa não está boa”, sinaliza Solange Camargo, CEO da Lekan.

Ela explica que isso é psicológico e deve ser atentado sempre. Solange acrescenta ainda que é importante o casamento ter hora para terminar para evitar possíveis dores de cabeça após determinado horário. “O enlace matrimonial precisa ser memorável com um gostinho de quero mais”, conclui.

Comentar

O sonho da cerimônia de casamento ideal pode ir por água abaixo e viralizar no YouTube como” vídeo-cassetada”. Soa até engraçado, mas imagine a vergonha… Para evitar este pesadelo, convido você a conferir os “10 erros comuns para não cometer no seu casamento”.

Vale ler até o final e, em seguida, comparar com a lista de tarefas que você já havia planejado ou mentalizado.

1- Planejamento financeiro é crucial

Lembre-se: é possível fazer um casamento lindo dentro das suas condições financeiras. Do contrário, um mau planejamento financeiro  poderá frustrá-lo. Se você tem R$ 10.000 reais não queira inventar de fazer um enlace de R$ 50.000.

2- Assinar sem ler é gravíssimo

A empolgação é grande e a correria inevitável nos prepativos para o casamento. Entretanto, independente de qualquer compromisso, pare e leia o seu contrato. Observe cláusula por cláusula. Em caso de dúvida, pergunte ou, se não concordar com algo, argumente.

3- Se atenha à logística de deslocamento

Escolher o local da festa distante da igreja pode ser um grande problema para você e, principalmente, para os convidados. Até porque, saiba que nem todos eles possuem veículo próprio, o que obrigaria você a alugar uma vã ou ônibus.

Para quem vai optar em casar-se na igreja católica, saiba que está cada vez mais difícil a liberação de casamento fora dela. Sendo assim, um salão distante seria um estresse total.

4- Xiii, não pediu confirmação de presença?

O RSVP (do francês “Répondez S’il Vous Plaît” ou simplestemente “Responda, por favor”, em bom português), é fundamental para que os noivos saibam mais ou menos quem irá comparecer ao casamento. Com a lista dos confirmados em mãos, é hora de organizar a quantidade do buffet. Pedir confirmação para o seu casamento não é feio e evita gastos desnecessários.

5- Escolher o cardápio baseado em gostos pessoais

Você acha salgados finos lindos, ama sushi ou e totalmente vegana, ótimo. São opções que devem estar no cardápio, mas o gosto dos convidados também deve ser levado em consideração. Procure saber em quem tem intolerância, alergia para agradar a todos. Vale também pensar em um buffet infantil separado.

6- Falando em comida, não deixe para comer depois…

Este erro é totalmente comum entre os noivos que acabam ficando na vontade após ouvirem dos convidados que tudo estava uma delícia. Sendo assim, coma sempre que puder.

7- Não invista tudo no “vestido perfeito”

Vá com calma, noiva! Você não precisa gastar todo ou boa parte do orçamento com o vestido. É  possível estar radiante sem mirar em peças de luxo. Até porque hoje em dia existe a possibilidade de comprar vestidos usados pela internet.

8- Cuidado ao escolher o mais barato sem saber das referências

Escolher os fornecedores da festa de casamento levando em conta somente o preço é arriscado. Busque todas as referências e informações possíveis (na internet, reclame aqui…).

9- Pensar apenas em tendências

Tome cuidado em querer optar por decorações da moda visivelmente passageiras. Você poderá se arrepender daqui uns 30 anos ao vê-lo com seus netos.

10- Não determinar horário para terminar

Ultrapassar o horário da festa  não é bom, pois pode acontecer situações desadáveis. É importante saber também que hoje a maioria dos locais de festa especificam horário,

Gostou do artigo?

Pronto, agora é só dar continuidade aos preparativos. Aproveite também para conhecer o trabalho da equipe Lekan acessando o site www.lekaneventos.com.br .

 

Comentar

A satisfação dos colaboradores internos de sua empresa deve estar sempre em primeiro plano. Afinal, são eles que unem forças para fazer o negócio crescer, não é mesmo? Por isso a importância do endomarketing – a estratégia de marketing institucional voltada ao público interno da empresa. O endomarketing engloba algumas ações que aumentam o engajamento e a interação dos funcionários.

Algumas vantagens do endomarketing:

  • Aumento da motivação dos colaboradores
  • Aumento da produtividade e da satisfação com o trabalho
  • Redução da rotatividade de colaboradores
  • Melhora do clima organizacional

Eventos internos como palestras, workshops, jantares e comemorações, por exemplo, são algumas ações que fazem parte do endomarketing. O investimento em eventos direcionados aos colaboradores é válido não só por todas as vantagens apresentadas acima, mas também porque um funcionário satisfeito tende a falar mais sobre a empresa, ajudando até mesmo na própria divulgação do negócio.

Por esses motivos o setor de Recursos Humanos e a equipe de marketing da empresa precisam trabalhar em conjunto, propondo ações que fidelizem os colaboradores e os motivem a trabalhar melhor. Essas ações e eventos podem ser:

Palestras ou eventos motivacionais

Palestras realizadas dentro da empresa trazem uma percepção positiva por parte dos funcionários, pois isso é encarado como investimento em sua formação. Eventos motivacionais também são excelentes formas de engajar o público interno, pois faz com que os colaboradores sintam-se mais positivos e encorajados. Esse cuidado com os colaboradores demonstra a preocupação da empresa com o bem-estar de todos.

Confraternizações e integrações

Integrações entre os funcionários sempre tem reconhecimento, pois aproxima as equipes com a diretoria, e reforça os laços de ambos os lados. Confraternizações organizadas como jantares, happy hour ou simples encontros são excelentes formas de promover o bem-estar dos colaboradores, aumentando a produtividade no trabalho.

Cursos e workshops

Oferecer cursos e workshops à equipe de colaboradores é uma ótima ação de endomarketing. Eles visam motivar e informar a equipe, com participação ativa dos funcionários: enquanto aprendem, podem aplicar o conhecimento na prática. Muitas vezes o curso ou workshop nem precisa ser relacionado à área da empresa, basta que seja do interesse dos funcionários!

Para garantir um evento incrível para seus colaboradores e não ter que se preocupar com nada, que tal contratar uma empresa de organização de eventos? Contando com o suporte de profissionais qualificados na realização de eventos, sua empresa e sua equipe só tem a ganhar! Envie um email para contato@lekaneventos.com.br e solicite um orçamento!

Comentar

Organizar um casamento exige dedicação e muitas horas de pesquisa de referências… e essa tarefa quase sempre fica por conta da noiva, né? Mas acontece que ninguém casa sozinho! O noivo também precisa se envolver, vocês não acham? Para dar aquele empurrãozinho nos noivinhos preguiçosos, a gente resolveu dar algumas dicas sobre como envolvê-lo nos preparativos do casamento. Confira:

  1. Leve o noivo junto em todas as reuniões com a cerimonialista e com os fornecedores. Muitos homens acabam não se envolvendo porque desconhecem o trabalhão que dá organizar uma festa. Portanto, agende as conversas sempre em horários que ele também esteja disponível.
  2. Sempre peça a opinião dele para as coisas do casamento, como decoração, cardápio, música… compartilhe sua pastinha de inspirações com ele, e vá deixando que ele se familiarize com os assuntos da celebração.
  3. Peça sugestões a ele – e não apenas imponha aquilo que você deseja. Lembre-se que os homens não são estimulados a pensar nos preparativos, como é comum entre as mulheres. Portanto, vá inserindo seu noivo pouco a pouco na organização.
  4. Se ele não quiser participar do processo, diga a ele o quanto é importante para você a sua ajuda. Afinal, você não quer centralizar todas as decisões, não é mesmo? Um evento como esse exige que as decisões sejam tomadas em conjunto!
  5. Pergunte quais tarefas ele prefere abraçar. Reconhecendo os interesses do noivo, fica mais fácil delegar as funções. Por exemplo, uma tarefa comum aos homens é a escolha das bebidas. Deixe também a cargo dele a seleção das músicas, a compra das alianças, a escolha do destino da lua de mel e a planilha de orçamento – são apenas alguns exemplos, mas geralmente são tarefas com as quais os noivos se identificam.
  6. Empatia é fundamental. Entenda os motivos que levam o seu noivo a não gostar muito de se envolver com a organização do casamento. Muitas vezes falta apenas aquele empurrãozinho básico mesmo, mas também não deixe de se colocar no lugar dele, escutando suas razões. Quem sabe assim, sem cobranças, ele vai aos poucos ficando motivado a participar do processo.

E então, achou as dicas úteis? Se você precisa de ajuda para organizar o seu casamento, não deixe de nos procurar… Teremos o maior prazer em auxiliar você! Envie um email para contato@lekaneventos.com.br e solicite um orçamento hoje mesmo!

Comentar
1 2 3 4 5 11 12